Revista Vogue Brasil é a Bíblia da Moda

Que tal ser Capa da Vogue Brasil? Assim foi o evento, todas as pessoas eram fotografadas e tinham a oportunidade histórica de ser Capa da Vogue.

A mulherada ficou encantada com a possibilidade, afinal ser CAPA da VOGUE é “objeto de desejo” e “sonho de consumo” para as mulheres.

Vogue é a revista feminina de moda mais importante, conceituada e influente do mundo publicada desde 1892 pela Conde Nast Publications em 21 países. Mensalmente pública trabalhos de estilistas, escritores, fotógrafos e designers dentro de uma perspectiva sofisticada do mundo da moda, da beleza e da cultura pop.

A revista começaria a ganhar status de “Bíblia da Moda”, a partir de 1988, quando Anna Wintour assumiu o cargo de editora-chefe, e transformou radicalmente a publicação. Sob seu comando, vários estilistas, até então desconhecidos, e modelos novatas, viraram celebridades quase que do dia para noite.

m novembro de 2010 a edição brasileira passou a ser controlada pela editora Edições Globo Condé Nast após mais de 35 anos sobre a direção do Grupo Carta. As editoras Condé Nast e Globo formaram uma parceria para publicação de títulos da Condé Nast no Brasil. A empresa, Edições Globo-Condé Nast, deteve 70% dos direitos e a empresa norte-americana os 30% restantes. Com a mudança de editora uma nova diretoria foi nomeada. Daniela Falcão se tornou a editora-chefe. A nova editora também aumentou a tiragem mensal da revista para 80.000 exemplares.

A empresa também se tornou responsável por gerir os títulos Vogue no país – que incluem, além da Vogue, as revistas Casa Vogue, Vogue Noivas e Vogue Passarelas, Vogue Kids, Teen Vogue e Homem Vogue. A nova editora realizou mudanças nos títulos Vogue. Com a chegada a revista GQ (voltada para o público masculino) a editora Globo resolver extinguir a revista Homem Vogue. Vogue Kids, Teen Vogue, Vogue Noivas e Vogue Passarelas tornaram-se suplementos especias editados esporadicamente. Além das revistas, a joint venture planeja desenvolver um negócio digital no mercado brasileiro, com base nas marcas que deterá.